Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Desta vez é para ganhar

Traçar metas ousadas é a única forma de liderar um grupo.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 29 de Maio de 2016 às 01:45
Confesso que fiquei desiludido com todos os selecionadores nacionais da era Ronaldo por nenhum deles ter traçado um objetivo ambicioso para uma grande competição. Até hoje.

Fernando Santos cortou com as promessas vazias de pensar jogo a jogo e ir o mais longe possível. Traçar metas ousadas é a única forma de liderar um grupo de trabalho.

Quando em campo está um dos melhores jogadores de sempre, ganhar é a única meta mobilizadora. O contrário é dar asas ao triste fado lusitano - pobretes mas alegretes.

A assunção de que o objetivo é ser campeão europeu transforma este selecionador num caso único. O próximo passo é dizê-lo com convicção suficiente para que os jogadores também acreditem nesta nova mentalidade, e o mostrem nas palavras, mas sobretudo no campo.
Cristiano Ronaldo Fernando Santos desporto futebol Euro 2016
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)