Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Selecionador ausente

Para dirigir a Seleção nos 7 jogos que tem para chegar ao Europeu, a Federação escolheu um treinador com um castigo de 8.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 24 de Setembro de 2014 às 00:30

Que se saiba, sem garantia alguma de que a pena venha a ser reduzida. O mais bizarro é que se trata de uma decisão voluntária, pensada e planeada durante duas semanas, sem que tenha aparecido um único dirigente da estrutura federativa a alertar para o surrealismo da situação.

Entregar a equipa nacional a um selecionador ausente é mais uma inovação portuguesa. A não ser que a ideia seja elevar precocemente Cristiano Ronaldo à velha figura de treinador-jogador.

A ser assim, meia bola e força!

E no final, por favor, não voltem a culpar os médicos.

seleção selecionador FPF federação castigo Cristiano Ronaldo
Ver comentários