Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

César Nogueira

Não nos esquecemos

Não nos esquecemos daquilo que defendemos nem tampouco baixaremos os braços.

César Nogueira 6 de Dezembro de 2014 às 00:30

Já passou um ano desde que se realizou uma manifestação das forças e serviços de segurança que marcou a história do país. Num ato de extraordinário simbolismo democrático subiram a escadaria da Assembleia da República, demonstrando o seu protesto perante uma realidade que os obriga a trabalhar mais, com maior risco e menos vencimento. Esta manifestação, participada por muitos milhares de profissionais da GNR foi o derradeiro grito de descontentamento, de quem exige do Governo respeito por quem garante a paz pública. Perante o absoluto silêncio da Tutela às nossas reivindicações, a resposta do Governo foi um desproporcionado e espalhafatoso aparato policial na escadaria da Assembleia. É este o sentido democrático do Governo, que não ouve, não dialoga, que entende que a democracia deve ser cega e surda. As nossas reivindicações mantêm-se sem resposta e uma coisa é certa, desengane-se o Governo, não nos esquecemos daquilo que defendemos nem tampouco baixaremos os braços. Estamos com total prontidão para lutar pela nossa dignidade profissional, para nos fazermos ouvir, seja de que forma for.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)