Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

O leitor mais atento já terá reparado que anda por aí uma conversa antiga, que volta à tona ciclicamente, sobre a necessidade de aumentar o financiamento do serviço público de TV.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 26 de Julho de 2021 às 00:33
O leitor mais atento já terá reparado que anda por aí uma conversa antiga, que volta à tona ciclicamente, sobre a necessidade de aumentar o financiamento do serviço público de TV.

Ele é conferências, artigos de opinião, declarações partidárias. Como já todos vimos este filme muitas vezes, percebe-se que tudo se resume a uma ideia simples: é preciso mais dinheiro para a RTP, e isso só é possível, para já, com o aumento da contribuição que todos pagamos na conta da luz.
A falta de dinheiro e de meios é a desculpa tradicional para o imobilismo das instituições.

Não se diz para que é que a RTP precisa de mais dinheiro, nem o que vai melhorar, nem qual é o plano. É simplesmente preciso mais dinheiro, e ponto.
Assim se cava ainda mais o fosso emocional entre os portugueses e o serviço público de televisão.
Postal economia (geral) economia negócios e finanças RTP TV
Ver comentários