Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Eduardo Cintra Torres

Cores do vestido? Puro marketing

Já é mau que publicitários recorram a métodos sem ética para criar campanhas virais. Pior é os media darem-lhes tempo de antena.

Eduardo Cintra Torres 6 de Março de 2015 às 00:30

1 - As cores dum vestido? Mais uma aldrabice do marketing. A primeira mensagem no Twitter sobre o ‘assunto’ dá para perceber que é uma acção espertalhona da marca, que resultou em cheio. Até os telenoticiários falaram do ‘assunto’ — mostrando a marca.

2 - Mas se é uma aldrabice da era da Internet, é também um sinal de que o nosso tempo decerto não é infeliz: quando milhões de pessoas se entregam a uma frivolidade do tamanho das cores dum vestido é por não terem preocupações mais importantes.

3 - A abertura dos media portugueses às manifestações da sociedade civil continua a marcar as agendas das televisões. A manifestação de protesto junto do Conservatório Nacional chamou a atenção para a escandalosa incúria do Estado durante décadas.

4 - O mesmo sucede com as manifestações e ocupações de agências do BES por clientes lesados pelos aldrabões que os levaram a comprar gato por lebre (GES por BES) antes do colapso do gigante com pés de barro: mantêm o assunto na agência nacional.

5 - Também os 30 manifestantes em vigília junto da prisão de Évora tiveram a devida atenção das televisões e media. Mas o fracasso da iniciativa quanto a mobilização revela quanto as notícias sobre o processo foram fatais para a crença cega no ex-PM.

6 - Boris Nemtsov foi assassinado por profissionais perto do Kremlin, na antevéspera duma manifestação contra a política de Putin. É o quinto opositor assassinado desde 2003. Na manif de homenagem a Nemtsov participaram dezenas de milhares sem medo. 

Ver comentários