Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Eduardo Cintra Torres

Táxi! Táxi! Leve-me à TV próxima

Serão antiquados, mas os taxistas recentraram correctamente a expressão da sua luta, quer na questão da lei, quer na forma de se mostrar ao país.

Eduardo Cintra Torres 14 de Outubro de 2016 às 00:30

Com a CGTP no Governo, há mais de um ano que não havia manifestações orquestradas e engordadas com gente de fora de Lisboa. A manif dos taxistas proporcionou finalmente o directo espectacular e contínuo de que a TV gosta, pois informa entretendo.


A elite nacional odeia os taxistas. Por isso, a discussão nos media ignora o essencial: a Uber e similares não podem estar acima da lei, não pagando taxas e impostos, como hoje. Desta vez, os taxistas recentraram a discussão nessa injustiça do Governo.


O Governo está há um ano sem legislar e a PSP foi imprudente ao mudar as regras do percurso combinado com os taxistas na manhã da manif, com resultado inevitável: choque no aeroporto e efervescência colectiva mais acesa, dando mais razão aos taxistas.


Eu avisei que a TVI se enciumava por Clara de Sousa (SIC) tratar o presidente da EDP por "António". Ripostou em directo no domingo com uma "Meia Maratona EDP" em Coimbra. Um dia, sei lá, dará a Corrida EDP de 25 Metros a Pé-Coxinho em Gulpilharinhos.


Causou sensação nas redes sociais a actuação de uma Maria Leal no programa matinal da TVI, por ser muito má, ao ponto de parecer gozar consigo mesma. Mas não percebo o escândalo. Todas aquelas actuações pimbas nos programas matinais são más demais.


A campanha presidencial americana chegou ao círculo do Inferno. Os candidatos não falam de política, só de cama e de carácter, importante para avaliar capacidades políticas, mas que omite o programa que aplicarão sobre o povo, com bom ou mau carácter.

-----

Tendências

Futuro
Este articulista americano diz que "o futuro da TV não é TV". Mais um que ainda confunde a tecnologia da TV com a sua essência, os conteúdos. Se acha, e bem, que o futuro da TV são os conteúdos, o título está errado, porque o futuro da TV… é a própria TV, os seus conteúdos. Pouco conta se eles se vêem num televisor ou num telemóvel, desde que sejam televisivos e usem a linguagem da TV.

Taxa
O presidente da RTP publicou no ‘DN’ um artigo a dar graxa ao poder político: diz que a RTP está a promover as artes e a cultura como nunca. É possível discordar, mas o ponto é que o artigo, tal como uma recente entrevista do parceiro de administração, visa aliciar o Governo e o Parlamento a aumentarem a taxa do audiovisual no próximo orçamento. Veremos se o conseguem.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)