Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Eduardo Dâmaso

Sempre a velha cabala

José Sócrates fez ontem um comício à porta do DCIAP que ilustra bem o que será a sua defesa até ao fim.

Eduardo Dâmaso(eduardodamaso@sabado.cofina.pt) 14 de Março de 2017 às 00:31
José Sócrates fez ontem um comício à porta do DCIAP que ilustra bem o que será a sua defesa até ao fim. A dias de ser acusado, Sócrates repete a tese da cabala.

É vítima de um ataque e de uma campanha insidiosa do Ministério Público, da direita, do juiz de instrução, de alguns jornais e por aí adiante. Sócrates não vai discutir um único facto, mas tão-só resumir a sua defesa à velha trilogia do crime de colarinho branco: negar os factos, litigar sempre, apresentar-se como vítima de forças obscuras.

Não está a falar para o processo, mas para as tertúlias das redes sociais que o apoiam e veem este caso como um jogo de futebol. É legítimo, mas de fraco resultado.
Eduardo Dâmaso opinião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)