Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

F. Falcão-Machado

O Brasil

A força que a classe média brasileira vai ganhando tem permitido um amplo confronto de ideias.

F. Falcão-Machado 10 de Outubro de 2014 às 03:16

Não deixa de ser oportuno observar o que se está a passar nas eleições brasileiras. A nota de continuidade, por um lado, é dada pelo poder esmagador das máquinas eleitorais, associado ao engodo dissuasor que representam as candidaturas inopinadas de figuras exóticas mas nem por isso menos capazes de perturbarem franjas importantes do eleitorado.

Por outro lado, a novidade – que já nem o é tanto – descobre-se na força que lenta mas continuadamente a classe média brasileira vai ganhando e que tem permitido um amplo confronto de ideias e de programas naquele país. E essa força representa nos atuais sistemas políticos ocidentais a melhor garantia dos ideais de liberdade e igualdade que continuam a caracterizar as sociedades democráticas. Claro que o Brasil tem ainda à sua frente desafios ciclópicos, mas a sua inigualável capacidade de adaptação – que na gíria local se designa pela sugestiva expressão "jogo de cintura" – nunca permitirá que se instale na respetiva população o pessimismo agudo que se começa a detetar entre muitos defensores do projeto europeu.

Brasil classe média
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)