Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Fernanda Cachão

Catalunha e o quê?

Andávamos certos de que a Portugal, uno e indiviso, ninguém o quereria mudar, à parte os de Olivença.

Fernanda Cachão 10 de Outubro de 2017 às 00:30
Andávamos certos de que a Portugal, uno e indiviso, ninguém o quereria mudar, à parte os de Olivença - mas essa, dizem eles, seria nossa - e uns poucos que hoje já não podem com o peso da bandeira pela independência da Madeira e dos Açores.

Mas eis a notícia de que a Assembleia Nacional da Andaluzia vai apresentar "teoricamente", a 4 de dezembro, a proposta de independência com a anexação do Rife marroquino, do Alentejo e do Algarve. Querem uma República cofederal de povos ibéricos. É anedota, mas alto e pára o baile.

Vem esta bagatela a propósito da enormidade da Catalunha, onde o direito à autodeterminação dos povos está a ser embrulhado na imbecilidade de políticos que se aproveitam de uma interpretação da história para fazer barulho em proveito próprio e em última análise alcançarem o poder com argumentos, afinal, também nacionalistas.

Sabemos mesmo se a maioria dos catalães quer a independência? Não.

No referendo, ficaram em casa quase quarenta e cinco por cento dos eleitores registados e uns tantos que foram votaram em branco.

Pode a Catalunha subsistir sem a asa de Espanha e da UE? Não. Então?!
Fernanda Cachão opinião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)