Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Fernando Ilharco

Não diga não

A maior parte das vezes em que diz ‘não’, pode dizer ‘sim e...’

Fernando Ilharco 11 de Fevereiro de 2017 às 00:30
Muito boa gente passa a vida a dizer não. Diz: ‘Não, o que se passa é…’ ou ‘não, de acordo mas…’ O não sugere oposição, liberta hormonas geradoras de stress e neurotransmissores que prejudicam o raciocínio e a boa comunicação. Fica mais difícil fazer coisas conjuntamente, refere o ‘Journal of Consumer Research’.

Que dizer então? Diga: ‘Sim, e...’ O sim dá um tom positivo à conversa e geralmente é possível em vez do não. Por exemplo, em vez de ‘não, o que se passa é…’ diga ‘sim, o que se passa é…’; em vez de ‘não, de acordo mas…’ diga ‘sim, de acordo e…’; em vez de ‘não, é isso mas…’ diga ‘sim, é isso e…’

Há exceções, claro (o título acima…), mas sempre que puder diga sim e. O sim aceita o outro, refere Shannon Polly na obra ‘Character Strengths Matter’. E o ‘e’ – do ‘sim e…’ – promove o entendimento.
Shannon Polly Character Strengths Matter questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)