Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Fernando Ilharco

Zangas e zangas

Reenquadrar, desvalorizar e dar um desconto tem vantagens.

Fernando Ilharco 29 de Julho de 2017 às 00:30
Há dias mais complicados. Às tantas é um problema, vamos explodir, responder a gritar.

Mas controlarmo–nos, esconder as emoções, nem sempre é melhor; sobe a tensão arterial, cansamo–nos, etc.

Levantar a voz pode ser ainda pior. O que fazer?

A resposta é reenquadrar. Diga que não é bem assim; que o seu colega ou o seu chefe, a sua mulher ou o seu marido estão num mau dia, passam por uma situação difícil, não é nada pessoal e é preciso dar um desconto.

Não é necessário saber ao certo o que se passa e pode até exagerar um pouco.

Reenquadrar faz a diferença. Diga para si mesmo e o cérebro tende a moldar-se ao que diz.

O contrário também funciona. Está a ficar nervoso e o conflito aproxima-se. Respire fundo e diga ‘calma, tenho estado pressionado. Vai ficar tudo bem.’
Fernando Ilharco opinião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)