Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco J. Gonçalves

A mentira Bin Laden

Afinal, Barack Obama mentiu aos americanos e ao mundo sobre o raide que pôs fim à vida de Osama bin Laden.

Francisco J. Gonçalves 13 de Maio de 2015 às 00:30

Dito assim, parece quase infantil de tão ingénuo, pois quando um chefe de Estado ou de governo disser toda a verdade será sinal seguro... do fim dos tempos.

Isso não significa que a nova tese sobre a localização e morte de Laden avançada por Seymour M. Hersh seja descabida. Faz até muito sentido e recomenda-se. Vale bem uma temporada de ‘Homeland’.

Hersh desmente, por exemplo, uma das maiores improbabilidades do caso: a de que os serviços secretos paquistaneses (ISI) não soubessem da presença de Laden em Abbottabad, bem perto de instalações militares estratégicas.

Segundo o jornalista, o ISI não só sabia como mantinha Obama preso desde 2006. Ou seja, a moradia não era o refúgio mas a prisão do líder da al-Qaeda e a operação para o matar teve aval e ajuda do Paquistão.

Hersh conta ainda por que razão o raide em Abbottabad foi mesmo para matar, contra o que os EUA dizem ainda.

Mas, pergunto: alguém acreditou que Laden foi morto porque resistiu? Isso sim, seria ingénuo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)