Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
4 de Setembro de 2014 às 00:30

Terá? Não tem, a não ser o bombardeio. Há anos, em Londres, assisti à pregação delirante e patética de um imã na mesquita de Finsbury Park, em Londres – era o apelo ao ódio, à morte de judeus, ao ataque ao Ocidente e à aplicação da ‘sharia’ a alguns quilómetros de Downing Street.

O problema não está no deserto semeado de poços de petróleo que financia os fanáticos – está no que tornou possível que o degolador oficial do califado de Abu Bakr al-Baghdadi seja um cidadão britânico. Há um ano, o arcebispo de Cantuária, em transe multicultural, defendeu que a ‘sharia’ podia ser aplicada em Inglaterra. Lançar bombas no Iraque e ser pateta em casa não é um grande plano.

-----------

Citação do dia

"Aproveitem o paraíso de hoje porque, muito certamente, e em breve, terão saudades de 2014."

Vítor Cunha, no blogue Blasfémias

-----------

Citação do dia

Em outubro, a Bertrand lançará um volume contendo todos os poemas cantados por Amália – uma recolha exaustiva que reúne mais de 350 canções. À sua maneira, uma história do fado e da sensibilidade que o atravessa.   

Francisco José Viegas opinião Blog
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)