Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

O Hoje é dia da Escócia. O referendo de hoje é um dos desafios mais sérios e decisivos à chamada União Europeia.

Francisco José Viegas 18 de Setembro de 2014 às 00:30

Em primeiro lugar, pelo combustível que uma vitória do ‘sim’ dará às pulsões nacionalistas e, depois, porque constitui um teste ao funcionamento de uma União que apenas sabe lidar com cenários otimistas e que se imaginou a si própria como um pórtico para a paz entre as nações.

Pessoalmente, acho que uma vitória do ‘sim’ à independência é absurda: num gesto de euforia nacionalista, os residentes na Escócia admitem que os três séculos de união não significam nada e podem ser deitados fora juntamente com um voto de protesto contra o governo atual ou a "coligação de interesses do sul". Absurda, mas admissível, claro. A Europa, como nós a conhecemos destas últimas décadas, nunca mais será a mesma, ferida pelo nacionalismo e pela suspeita. Hoje à noite veremos se o absurdo leva o melhor.

----

Citação do dia

"Dois espetros percorrem neste momento a Europa: nacionalismo e demagogia populista."

Pedro Correia, em Delito de Opinião

----

Sugestão do dia

De novo nas livrarias, ‘Extraterritorial’, de George Steiner (pela mão da Relógio d’Água), vem lembrar uma das vozes mais importantes do pensamento europeu contemporâneo e do seu apelo à "necessidade da cultura" e da história.

União Escócia Europa Pedro Correia George Steiner política estilo de vida e lazer
Ver comentários