Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

Há um bolo de 53 milhões de euros para dividir entre os autores exclusivos do Kindle, diz a Amazon.

Francisco José Viegas 24 de Junho de 2015 às 00:30
A Amazon, através do Kindle (e também outros serviços digitais como o Youboox e o YouScribe), pagará aos seus autores consoante as páginas lidas ou não lidas. O que, como aqui escrevia ontem, supõe uma monitorização permanente dos leitores (vigiados por um chip) e das suas escolhas através dos aparelhos eletrónicos – uma ameaça evidente à privacidade de cada um. Há um bolo de 53 milhões de euros para dividir entre os autores exclusivos do Kindle, diz a Amazon. James Joyce receberia muito pouco (talvez o monólogo de Molly Bloom escapasse), e muitos contemporâneos veriam os seus direitos de autor reduzidos ao mínimo. A ideia não é apenas perversa; é um ataque frontal a séculos de literatura ("um livro é um todo") e uma desvalorização da arte de ler, que inclui o direito de saltar páginas para fazer uma sesta.  

----

Citação do dia
"Aguardam-se manifestações anti-austeridade contra a malta que acabaria com a austeridade" 
C. Guimarães Pinto, no blogue O Insurgente, sobre a Grécia

-----

Sugestão do dia
Descansem, há policiais para todos – como o de Camilla Läckberg, ‘O Olhar dos Inocentes’ (D. Quixote). Um cenário de sonho (belíssima, a ilha de Fjällbacka) para a dupla Hedström & Erica Falk visitarem o passado.
francisco josé viegas blog kindle amazon leitura tecnologia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)