Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

Gostamos das ‘celebridades’? Às vezes.

Francisco José Viegas 15 de Janeiro de 2015 às 00:30

Depende da época do ano e da disposição para a imbecilidade. E dos seus livros? Às vezes – sobretudo quando alguém os escreve por elas, uma vez que para alinhar frases é necessário mais do que saber a diferença entre sujeito e predicado, e essa gente escreve impecavelmente mal. Cabeças coroadas da edição (o presidente do gigante HarperCollins, por exemplo) vieram expor a sua desilusão acerca destes livros pelos quais pagaram milhões: "As pessoas estão cansadas destes famosos. Os seus livros já não vendem." Estrelas da palermice, ricos sem história, por exemplo, além de analfabetos e divorciadas ressentidas, têm a cotação em baixo. "Vamos abandonar esse tipo de livros de celebridades." Talvez um dia regressemos ao tempo em que eles serviam para serem lidos.

Citação do dia

"O conflito entre radicais islâmicos e civilização não tem espaço para reconciliação"

Luís Naves, no blogue Delito de Opinião

Sugestão do dia

Conhecer melhor o Brasil e a sua pluralidade para além da superfície e das curiosidade do turismo ocasional: é o que se consegue lendo ‘Do Brasil: Fascínio e Miragem’ (Gradiva), de Eduardo Lourenço. A sair.

Ver comentários