Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

A meio de uma frase amena sobre se é ou não necessário um Orçamento de Estado retificativo para 2022, o primeiro-ministro tergiversou e mencionou o tradicional pessimismo português.

Francisco José Viegas 23 de Junho de 2022 às 00:30
A meio de uma frase amena sobre se é ou não necessário um Orçamento de Estado retificativo para 2022, o primeiro-ministro tergiversou e mencionou o tradicional pessimismo português. Esta ideia de sermos um grupo de generosos pessimistas merece discussão.

O espanhol Miguel de Unamuno mencionou – com aquele ar trágico de quem nasceu em Bilbau, estudou a língua basca em Madrid e ensinou grego em Salamanca – o facto de sermos "um país de suicidas" (ele falava sobretudo de Manuel Laranjeira), mas não de pessimistas.



Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
}