Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

O homem tranquilo

Fernando Santos não levanta a voz. Não ri demais. Não choraminga.

Francisco José Viegas 8 de Julho de 2016 às 01:45
Agora é relativamente fácil chamar-lhe génio. A coleção de ditirambos vem no dicionário: inspirado, firme, portento, inteligente, hábil e habilidoso, insólito, extraordinário, brilhante, inventivo, talentoso, hábil, capaz, talvez mesmo divindade – e paremos por aqui.

Fernando Santos vai passar pelo vexame de ser glorificado com a unanimidade patriótica que tanto o pode colocar no pedestal da eternidade como humilhar e ofender com maldade – é muito fácil. Nada disto é chocante; é habitual no género humano.

Eu gosto da imagem: é um homem tranquilo. A excentricidade de ser religioso praticante é um belo sinal. Até ao dia da final Santos será o homem tranquilo. Não levanta a voz. Não ri demais. Não choraminga escusadamente. Cumpre. É aquilo.
Fernando Santos Portugal seleção nacional Euro 2016
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)