Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

VAR salvou-nos

Parece que o futebol português está salvo depois de ter sido posto em marcha o vídeo-árbitro, VAR.

Francisco José Viegas 2 de Setembro de 2017 às 00:30
Parece que o futebol português está salvo da ignomínia e da suspeita depois de ter sido posto em marcha o vídeo-árbitro, VAR. Há um tempo antes do VAR e um tempo depois do VAR. Um tempo de luz depois de um tempo de trevas. Um tempo em que não existia VAR, e os árbitros não viam a agressão de Eliseu a um adversário; e um tempo em que existia VAR e os árbitros continuavam a não ver a agressão de Eliseu a um adversário. Mais: um tempo em que, depois de as imagens do VAR mostrarem a agressão de Eliseu a um adversário, os árbitros continuaram a não ver a agressão de Eliseu a um adversário até porque o Conselho de Disciplina arengou sobre a necessidade de punir as cargas excessivas no campo. Tudo melhorou bastante  graças ao VAR, que vê tudo o que é conveniente – exceto aqueles penáltis arrancados no limite, quando os árbitros dispensam o VAR.
Francisco José Viegas Opinião
Ver comentários