Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco Moita Flores

Cinismo canalha

Ficámos a saber que mexer nos impostos é coisa que nem vale a pena discutir. Está certo!

Francisco Moita Flores 25 de Setembro de 2016 às 00:30
Esta semana foi recheada de cenas canalhas. Eça de Queirós, se fosse vivo, poria a sua sibilina caneta ao serviço da ironia cínica que nos deram os nossos protagonistas políticos. A começar por Passos Coelho. Que de voz segura e grossa afiançou ao País que era homem de uma só palavra e, claro, que iria apresentar o livro de António José Saraiva. O pequenino PS viu nisto uma fragilidade e transformou o caso numa pantomina propagandística. Foi quanto bastou. Dois dias depois, o ex-primeiro ministro dava o dito por não dito.

No meio desta tempestade moral, Sócrates era anunciado como um dos oradores do Encontro das Mulheres Socialistas de Lisboa. Outra algazarra. A eurodeputada Ana Gomes atirou-se ao sector do PS que fez tal convite. Sublinhou que não era a qualidade de arguido que a colocava naquela atitude de severa crítica às suas camaradas socialistas mas o facto do próprio ex-primeiro ministro ter confessado práticas imorais de vida, enganado meio mundo com os discursos sobre a sua riqueza e sobre a sua pobreza.

Levantaram-se as tropas anunciando a batalha e, antes que houvesse contenda a sério, Susana Amador, presidente das Mulheres Socialistas de Lisboa, veio candidamente a terreiro, fazendo fé no que dizem os jornais, que aquele convite a Sócrates não tinha nada de político!!! Teria a ver com o quê? As Mulheres Socialistas reúnem-se para discutir as fraldas dos filhos? Finalmente as tricas da gerigonça sobre os aumentos de impostos. A carismática Mortágua anunciou algumas das novas medidas que irão ter o aplauso do BE.

Saltou outra vez o exército politicamente correcto. Que só ao governo cabe fazer anúncios de impostos. Não, também cabe aos aliados, pois deles depende o executivo e por aí adiante. Até que chegou o primeiro ministro. Como é da praxe, fez o sorriso de plástico protocolar e afirmou ser esta polémica um não caso. E ficámos a saber que mexer nos impostos é coisa que nem vale a pena discutir. Está certo!
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)