Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Helena Garrido

A enxurrada

Este é tempo de bom senso e serenidade. Para que a mudança de regime nos traga melhores dias.

Helena Garrido 28 de Novembro de 2014 às 00:30

Foram demasiados anos com muita conversa, muita dívida e falsa riqueza sem que se abrisse nenhuma via de correcção de actos e omissões que iam degradando Portugal. O povo ia falando e a caravana ia passando. A crise financeira expôs as fragilidades do regime até ao limite do seu colapso.

A primeira detenção do responsável de uma polícia, a primeira prisão de um antigo primeiro-ministro e as buscas na casa de um banqueiro fazem destes últimos quinze dias tempos alucinantes.

Estamos a viver num ambiente de enxurrada, com personalidades de referência da sociedade portuguesa a serem violentamente afectadas. Só podemos estar desorientados, abalados.

Sim, existiram vários avisos alertando que um dia a casa ia abaixo. Confrontados com a casa a ir abaixo, não é fácil manter os pés no chão. Não é fácil manter o bom senso e a serenidade.

O velho regime está a ser substituído. Haverá erros. Temos de estar preparados para isso. É preciso aproveitar a energia da enxurrada para construir o novo
regime. 

demografia emigrantes política questões sociais
Ver comentários