Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Joana Amaral Dias

A seita

Não li – nem vou ler – a biografia de Passos Coelho, escrita por uma assessora do PSD e editada pelo grande empresário de sucesso que se dá pelo nome de Dias Loureiro.

Joana Amaral Dias 12 de Maio de 2015 às 00:30

Enfim, se o interesse sobre a vidinha do primeiro-ministro já era mínimo, nestas condições fica abaixo de zero. Até porque a esfera pessoal não é para aqui chamada e, já se sabia, a sua vida académica e profissional é oca.

Ainda assim, só a capa já é todo um programa – "somos o que escolhemos ser", titula-se, género seita, enquanto na foto Passos Coelho faz o nó da gravata. Enfim, é como quem diz – o sucesso só depende de nós, basta querer, todos podem chegar ao topo com força de vontade e motivação. O título corresponde à acusação de pieguice, à recusa de uma sociedade mais justa e mais igual, com uma escola pública de excelência e saúde gratuita porque, supostamente, somos o que queremos ser e tudo se resume às nossas ganas e nunca às condições sociais. No fundo, Passos Coelho pensa que todos querem viver e ser como ele ou Dias Loureiro e subir a qualquer preço, por cima de toda a folha. Mas sempre de gravata.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)