Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Joana Amaral Dias

Só no asfalto

Conhece aquela velha piada em que o condutor na autoestrada vira-se para a mulher e diz: "Que diacho, estes malucos vêm todos em contramão?"

Joana Amaral Dias 28 de Outubro de 2014 às 00:30

Serve a Passos Coelho que nem luva. Primeiro, era todo o povo que estava errado e tinha vivido acima das suas possibilidades. Inclusivamente o povo que nele votou. Depois, embora prometesse que nunca se queixaria do passado, desatou a culpar o governo anterior, mesmo quando a oposição parecia desmaiada. Entretanto, o mau da fita era o Tribunal Constitucional que aprovou 80% da austeridade, mas devia mesmo assim ser castigado. Por fim, o PM culpa os jornalistas e comentadores, sendo que muitos (não todos) até o levaram ao colo nestes anos. É um bocado piegas. Ironizava Brecht: "Já que não se pode demitir o governo, demita-se o povo" e Passos acrescenta, sem gota de humor, mude-se também a comunicação social, o regime, o país e o universo, todos os que vêm em contramão. Sinal de um homem perigosamente ensimesmado e fanático. Mas também profundamente só.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)