Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João de Sousa

Sócrates revelado!

Durante a visita de Francisco Assis, Sócrates ‘colocou a cassete’ e em audível e irritado discurso afirmou: “É tudo uma canalhice!”

João de Sousa 30 de Agosto de 2015 às 00:40
José Sócrates é o expoente máximo de um povo analfabeto, aldrabão e parolo." As duras palavras são de Maria Filomena Mónica, autora de um texto de opinião, no qual coloca uma questão que serve de título ao mesmo: "Será Sócrates um mitómano?" Ou seja, será que Sócrates construiu e aumenta uma imagem de si próprio apresentando traços de grandeza e virtude injustificados?

Concordo em parte com a cronista, nomeadamente no que diz respeito à "mitomania", pois pelo José, através do seu comportamento diário, foram oferecidos vários sinais. Através do seu discurso autocentrado, repetitivo e vazio.

Um exemplo vivo do que afirmei verificou-se aquando da visita de Francisco Assis, durante a qual, mais uma vez, Sócrates "colocou a cassete" e roubando tempo para o diálogo, em audível e irritado discurso, afirmou: "É tudo uma canalhice!"

A semana passada denunciei a precária e indigna situação de outro recluso (que ainda se mantém!).

Durante a mesma semana, um camarada recluso que está na cela ao lado da minha, antes do fecho do dia (sim, porque aqui os dias não acabam, fecham-se), dirigiu-se a mim e informou-me que na TV ia passar mais uma carta do Sócrates. Perguntou-me se o José ia falar nas condições da prisão e do enfermo recluso. Pensei: coitado, está tão iludido. Mas depois olhei-o nos olhos e vi que sorria, transformando-se o sorriso numa gargalhada franca, em três gargalhadas, porque entretanto o guarda, que fechava as celas, ouviu a conversa. Aqui em "Ébola", o José já não engana o povo que não é analfabeto ou parolo. Neste particular discordo de Maria Filomena Mónica.
opinião João de Sousa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)