Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Aberrações de feira

Por cada dia de sobrevivência, Costa devia cobrar bilhetes.

João Pereira Coutinho 28 de Maio de 2016 às 00:30
O Governo Costa fez 6 meses e os artigos de opinião copiam-se uns aos outros. Segundo se lê, a grande vitória de Costa foi ter conseguido juntar o Bloco e o PC à mesma mesa – e fazer com que o arranjo funcionasse.

Interessante. As análises não perdem tempo com o desemprego que sobe; os impostos que aumentam; o investimento que se evapora; a economia que cresce miseravelmente; ou o défice que se agrava. Em 6 meses, o espanto dos articulistas é ver o governo das esquerdas a funcionar – um espanto infantil que normalmente se reserva para uma aberração de feira. A mulher barbuda pode ter três cabeças e saber pouco de economia; mas, em contrapartida, ela mexe-se, ela ri, ela fala – e isso basta para alegrar a criançada.

Eu, se fosse António Costa, começava a cobrar bilhetes por cada dia que passa. A sobrevivência da mulher barbuda sempre ajudava a virar a página da austeridade.
Governo Costa Costa Bloco António Costa política economia negócios e finanças governo (sistema)
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)