Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Críticos e cobarde

Se perder as autárquicas, Passos não deve pagar a cobardes.

João Pereira Coutinho 16 de Abril de 2017 às 00:30
Entendo que o PSD ‘profundo’ esteja preocupado com as sondagens. Só não entendo uma coisa: se Passos Coelho é a nódoa que alardeiam, onde estão as alternativas? Quais são os nomes? Quantos estão dispostos a avançar contra ele?

Mistério. Fala-se de Rui Rio quando os jornais andam com falta de assunto. Mas Rio é uma espécie de tique nervoso que críticos nervosos gostam de exibir em público. Bem espremido, é o deserto.

Os críticos heróicos, que muito heroicamente não aparecem para a luta, querem que Passos faça o favor de abandonar o trono voluntariamente. Se perder as autárquicas, Passos Coelho garante que não se demite. Aplausos. Primeiro, porque perder eleições já não é a sepultura de ninguém (obrigado, António Costa). Mas, sobretudo, porque a coragem dos críticos deve ser premiada com total desprezo. Roma não pagava a traidores. Passos não deve pagar a cobardes.
Passos Coelho PSD António Costa Rui Rio política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)