Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

É simples

Passos tem razão: é o 'país simples' que decide eleições.

João Pereira Coutinho 2 de Outubro de 2015 às 00:30
Com as sondagens a enterrarem António Costa, já se procuram cabeças. Há para todos os gostos: o radicalismo de Costa; o despesismo de Centeno; a sombra de Sócrates; pessoalmente, a ingratidão de Seguro (nem uma palavrinha de apoio, Tozé?). Mas todos sabemos que os verdadeiros culpados são os ‘portugueses simples’, de que falava Passos, e que lamentavelmente não vivem em Lisboa.

Espalhados por essa coisa chamada Portugal, que vêem os simples? À esquerda, o abismo: um cenário grego, em que os bancos ficariam à míngua e a saída do euro seria uma possibilidade. No PS, encontram a mesma tralha que faliu o país em 2011 e que os obrigou a comer o pão que o diabo amassou. No meio deste horror, sobra uma coligação que já espremeu o que havia para espremer – e que começa a mostrar umas folgas no cinto. Sem entusiasmo e com resignação, os simples têm uma ideia simples: isto está mal, mas com outros pode ficar pior.
António Costa Centeno Sócrates Passos Coelho Portugal PS campanha eleitoral eleições legislativas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)