Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Esperar para ver

‘Esperar para ver’ é o único slogan que resta a passos Coelho.

João Pereira Coutinho 5 de Fevereiro de 2016 às 00:30
Passos Coelho recandidata-se à liderança do PSD e já anda por aí uma discussão delirante sobre ‘liberalismo’ e ‘social-democracia’. A saber: depois de um Passos ‘liberal’ teremos um Passos ‘social-democrata’?

A pergunta é ridícula por um motivo: das mentalidades à Constituição, o ‘liberalismo’ é uma impossibilidade entre nós, governe quem governar. Como, aliás, se viu na última legislatura – do ‘brutal aumento de impostos’ às decisões do Palácio Ratton, só por ignorância se pode falar em ‘liberalismo’. Em Portugal, a única diferença é entre ‘mais socialismo’ ou ‘menos socialismo’.

De resto, se existe uma estratégia em Passos, ela não é ideológica; é bem pragmática. E consiste em saber se o governo das esquerdas cai no futuro próximo e se haverá eleições antecipadas.

‘Esperar para ver’ é o único slogan que resta para quem não pode fazer mais nada.
Passos Coelho PSD Palácio Ratton Portugal política eleições
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)