Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

História alternativa

Portugal é um país com futuro - e a Irlanda, coitada, não.

João Pereira Coutinho 2 de Setembro de 2016 às 00:30
Parece que a Apple deve 13 mil milhões de euros em impostos na Irlanda. E a Irlanda exige-os sem demoras, mesmo que isso signifique rasgar os acordos fiscais que retiraram o país do buraco. Ser um destino confiável para o investimento internacional já não é uma prioridade para Dublin.

Felizmente, António Costa viu aqui uma oportunidade. E, recusando eventuais esmolas que a Apple deve a Portugal, afirmou que o país quer receber os principais gigantes tecnológicos com uma fiscalidade competitiva. Como um estadista de visão, Costa sabe que os ganhos económicos da medida – receita, emprego, etc. – são imensamente superiores à ausência de investimento que nos tem condenado à estagnação, ao saque fiscal e à mendicidade europeia.

Costa merece aplausos: ao bater pela primeira vez o pé a Bruxelas, o primeiro-ministro mostra que Portugal é um país com futuro – e a Irlanda, coitada, não.
Apple Irlanda António Costa Portugal Costa Bruxelas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)