Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Humilhação

Em oito meses, Costa destroçou o PS como alternativa.

João Pereira Coutinho 20 de Junho de 2015 às 00:30
O Syriza ganhou as eleições com duas promessas: acabar com a austeridade e pôr o resto da Europa a pagar as dívidas gregas. Perante esta loucura, que disse António Costa? Relembro: ‘A vitória do Syriza é um sinal de mudança que dá força para seguir a mesma linha’.

É um pouco cruel, com a Grécia em chamas, avivar a memória do povo com a primeira cavadela de Costa. Mas é importante fazê-lo, sobretudo quando a sondagem da Católica coloca o PS um ponto abaixo da coligação. Em 8 meses, Costa destroçou o PS como alternativa. Porque cometeu três erros: não cortou com o passado socrático, que os portugueses abominam; associou-se às fantasias gregas, que os portugueses temem; e distribuiu promessas sobre promessas, que os portugueses já não compram. Só isso explica que os mesmos que consideram o actual governo ‘mau’ ou ‘muito mau’ sejam aqueles que ainda ponderam dar-lhe a vitória. Haverá maior humilhação para Costa?
Europa Grécia António Costa PS política eleições
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)