Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Idiotas exemplares

Os futebolistas não têm de ser ‘exemplo’ para ninguém.

João Pereira Coutinho 11 de Dezembro de 2016 às 00:30
Sempre abominei a nacionalização de feitos individuais. Filme conhecido: alguém brilha no ‘estrangeiro’ e as nossas elites provincianas lambuzam-se no brilho alheio. Nos regimes totalitários, estas propagandas eram comuns.

Em regimes democráticos, não deviam. E quando o assunto é futebol, estamos conversados: Ronaldo e companhia merecem uma bajulação nacional que nem Nadia Comaneci recebia do ditador Ceausescu.

Agora, com os sarilhos fiscais conhecidos, o país está ‘apreensivo’ com os seus craques. E alguns moralistas relembram o ‘mau exemplo’ que os jogadores dão aos mais jovens. Eu pasmo. Desde quando um jogador de futebol tem de ser um ‘exemplo’ na educação dos filhos dos outros?

Os sucessos de Ronaldo só lhe pertencem a ele. Os eventuais crimes de que se fala, também. E aqueles que pedem ‘bons exemplos’ deviam começar por dar o seu: menos idiotia sempre era ajuda.
Ronaldo Nadia Comaneci política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)