Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Patriotismo virtual

O nosso patriotismo é virtual - e não falo só de tecnologia.

João Pereira Coutinho 25 de Novembro de 2017 às 00:30
Aqui há uns tempos, li por aí que um hotel do Porto tinha um tapete com o desenho da bandeira nacional. Estranhei. Se fosse a bandeira monárquica, tudo bem. Mas a bandeira da República não se devia prestar a grandes proezas decorativas.

Pois bem: a foto, que se tornou 'viral' (bela expressão), indignou o patriotismo virtual. E o hotel lá acabou por remover as cores do crime.

Agora, parece que Portugal se prepara para aderir à cooperação reforçada permanente na defesa e segurança da União Europeia. Trocado por miúdos: vem aí o exército europeu. O que significa que, para lá de todas as cláusulas de salvaguarda, a nossa defesa pode ficar nas mãos de terceiros. Não seria uma originalidade?

Talvez não. Mas estranho que os patriotas se indignem mais com um tapete do que com esta rendição de soberania. Quando eu disse que o patriotismo era 'virtual', não falava apenas de tecnologia.
União Europeia Portugal Porto República política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)