Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Profetas da desgraça

A eurodeputada Ana Gomes não concorda com a nova capa do ‘Charlie Hebdo’.

João Pereira Coutinho 16 de Janeiro de 2015 às 00:30

É uma ofensa desnecessária ao Profeta, diz ela, repetindo a posição dos fundamentalistas. Difícil discordar: sobre a capa e, já agora, sobre as causas do massacre em Paris, que a senhora depositou à porta da ‘austeridade’. Sei do que falo. Os meus vizinhos tiveram cortes nos salários com o diabólico governo Passos. Ficaram irreconhecíveis. Ele, com as últimas poupanças, comprou o ‘Corão’ e uma bússola para se orientar para Meca. Ela começou por usar véu e depois passou para a ‘burqa’. Só não asfixiou porque o INEM interveio a tempo. Mas o caso mais problemático foi o filho, que me encontrou na rua e perguntou onde comprar uma Kalashnikov. ‘Ou isso, ou emigro’, disse ele. Depois de meditar um pouco, arrisquei: ‘O Leroy Merlin costuma ter umas coisas muito jeitosas.’ O rapaz lá foi. Nunca mais o vi. É legítimo esperar o pior.

Ver comentários