Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Quadratura do círculo

A vitória de Costa no PS vem com um preço altíssimo.

João Pereira Coutinho 3 de Outubro de 2014 às 00:30

Qualquer ceguinho dirá que António Costa teve uma vitória esmagadora no PS. Mas alguém com menos miopia acrescentará que essa vitória tem um preço altíssimo. Relembremos um facto: Seguro nunca foi uma alternativa de governo porque, competências à parte, os portugueses nunca lhe ouviram uma ruptura definitiva com o passado socrático. Sim, o país pode estar cansado de Passos; mas quando o assunto é Sócrates, entramos em território minado.

Costa tem o mesmo dilema – com um sarilho adicional: aqueles que o elegeram, e que desde o primeiro minuto foram demolindo Seguro com método e zelo, são fantasmas desse passado. E esperam agora uma recompensa pelos serviços prestados. Para ganhar o PS, Costa precisou de cavalgar nos ombros deles. Para ganhar o país, Costa precisa de descer desses ombros. Esta é a verdadeira quadratura do círculo do novo líder socialista. 

António Costa Passos Sócrates Costa PS política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)