Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Vive e aprende

A melhor forma de competir com a Uber é aprender com a Uber.

João Pereira Coutinho 1 de Maio de 2016 às 01:45
No dia em que os taxistas fizeram greve, consegui apanhar um táxi em Lisboa para ir trabalhar. O condutor era jovem e prestável. O carro estava em bom estado. E eu nem precisei de perguntar se era possível pagar com cartão. O símbolo dizia que sim.

Esta pequena experiência chega e sobra para comentar a luta entre os taxistas e a Uber. Para uns, a luta implica protecção política, legislativa, policial. Para outros, o melhor é pegar nos tacos de beisebol e resolver o assunto à marretada. Mas depois existe uma minoria que já percebeu duas coisas.

Primeiro, que a Uber veio para ficar. E, segundo, que a melhor forma de competir com a Uber passa por aprender com a Uber: nas maneiras; no asseio; nas facilidades de pagamento; e, se houver inteligência, nas tarifas.

Alguém dizia que na luta pela sobrevivência não é a força que conta; é a adaptação. Eis uma lei que não envelheceu uma ruga.
Lisboa taxistas Uber transportes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)