Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Vaz

“Esquerda e Soberana”

Há coisas que dão nas vistas e de que se fala muito, mesmo sem terem importância, e outras em que ninguém repara, apesar de aparecerem em documentos formalmente relevantes.

João Vaz 28 de Fevereiro de 2016 às 00:30
Há coisas que dão nas vistas e de que se fala muito, mesmo sem terem importância, e outras em que ninguém repara, apesar de aparecerem em documentos formalmente relevantes. Está neste último caso a "alternativa de Esquerda e Soberana" definida na proposta de ‘Programa de Acção’ apreciada pelo 13º Congresso da CGTP-IN, reunido sexta e sábado, em Almada.

No pormenor, vale o facto de a confederação sindical recusar o Acordo Ortográfico vigente. É curioso e não despiciendo politicamente. Importante, sem dúvida, é a referência "Soberana" como destacado atributo da alternativa de esquerda proclamada pela Intersindical.

No Reino Unido, a soberania é o grande argumento dos defensores da saída do país da União Europeia. No fundo, trata-se de promover a xenofobia e a expulsão de milhões de imigrantes, tirando a esses trabalhadores o direito a lutar por uma vida melhor, num espaço de livre circulação. Fica mal a uma central sindical alinhar com as mesmas palavras e cartilha. E não se percebe porque é que em Portugal há na esquerda quem pense o futuro com ideias de extrema-direita. A retórica antieuropeísta não pode ser má para os portugueses.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)