Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Vaz

Mudança cantada

Duas sondagens publicadas esta semana no CM prenunciam mudança no poder político.

João Vaz 12 de Outubro de 2014 às 00:39

Ao pulo do PS de António Costa, de 30,9 para 40,2%, nas intenções de voto legislativo, junta-se o descrédito do Governo e do seu líder. Não é só a ministra da Justiça que paralisou com o bloqueio do Citius e o ministro da Educação que revoltou o País pela incompetência no concurso e escalonamento da colocação de professores.

O primeiro-ministro, Passos Coelho, também arde no inferno do descrédito: 73,4% dos inquiridos na sondagem CM dizem que ele tem de explicar melhor o caso Tecnoforma. Uma percentagem ainda mais alta (74,7) acha que recebeu dinheiro de forma indevida. Portugal precisa de quem lhe dê esperança e melhor rumo.

No rol das dificuldades, com défice, dívida, desemprego, desigualdades, o Anuário da União Europeia destaca outro problema: temos a região mais envelhecida da Europa, o Pinhal Interior Sul, com 32,4% de habitantes acima dos 65 anos. Feitas as contas, o País precisava que um batalhão de cegonhas trouxesse num ápice 86 mil bebés para Portugal atingir a média comunitária de 15,6% de habitantes até 14 anos.

É muito mais do que todos os que vão nascer em 2014. Os défices são difíceis de equilibrar.

PS António Costa Governo País Portugal Passos Coelho Europa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)