Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

José Carlos Martins

Governo dinamita

Fragmenta o centro de saúde e concessiona uma ‘parcela’.

José Carlos Martins 14 de Maio de 2015 às 00:30

Em fevereiro, o Governo impôs a transferência de várias competências para as Câmaras Municipais, e, relativamente à Saúde, transfere uma ‘parcela’ dos Centros de Saúde. Ou seja, transfere a administração das Unidades de Cuidados na Comunidade, constituídas por Enfermeiros, Assistentes Sociais e outros profissionais e que prestam cuidados às pessoas idosas, dependentes, com doenças crónicas, grupos de risco, etc.

As Câmaras podem estabelecer protocolos com Misericórdias e IPSS para assumirem a gestão destas Unidades. Ou seja, o Governo fragmenta o Centro de Saúde e concessiona a Privados uma ‘parcela’.

Em março e maio, o Governo apresenta diplomas que fragmentam as equipas de profissionais dos Centros de Saúde: retirar remuneração aos Enfermeiros das Unidades (entre 30 a 50%) e atribuir incentivos aos Médicos de outras Unidades.

O Ministério da Saúde sempre referiu que os Cuidados de Saúde Primários eram uma prioridade. Só não referiu que eram uma prioridade para destruir e privatizar.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)