Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

José Diogo Quintela

Ainda os convertemos

Depois de Manchester é possível haver optimismo?

José Diogo Quintela 24 de Maio de 2017 às 00:31
Depois de Manchester é possível haver optimismo? Se sim, é por uma só razão: o idiota quis assistir ao concerto até ao fim.

No Bataclan os terroristas dispararam logo a meio de uma canção. Abominavam mesmo aquela demonstração da nossa cultura. Em Manchester, não.

O bombista estava a apreciar a manifestação da decadência ocidental a que chamamos música pop. Inclusive, soube esperar pelo encore. Até deve ter dançado. (Tentem estar tanto tempo num concerto sem dançar).

Como aqueles moralistas antipornografia que dizem: "Ai, que nojo! Mas não desligues já. Deixa ver onde é que esta pouca-vergonha vai acabar."

Há esperança.
Manchester Bataclan Tentem música ataque bombista
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)