Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

José Diogo Quintela

Bruno Alves esteve bem

Avançados devem estar cheios de miúfa contra Portugal.

José Diogo Quintela 4 de Junho de 2016 às 00:30
Não se compreendem as críticas a Bruno Alves. Ou melhor, compreendem-se: vêm de quem percebe de futebol, mas não percebe nada daquelas notícias bizarras que estão meio escondidas nos sites dos jornais, e que eu uso para forçar ligações parvas com o que se passa na selecção, de maneira a conseguir ir tendo tema para esta crónica, enquanto não começa o campeonato a sério.

Bruno Alves, como eu, terá lido a história de um italiano que sofreu uma lesão cerebral e acordou a falar francês e a adorar cultura e cozinha francesa. É uma condição muito rara, chamada Síndrome de Sotaque Estrangeiro.

A ideia do central português terá sido acertar a pantufada mesmo em cheio na moleirinha de Kane, para tentar provocar a tal síndrome no inglês. Quando acordasse, podia ser que viesse a falar português e a gostar de fado e de bacalhau. Com a nossa falta de pontas-de-lança, Kane ia dar muito jeito à selecção. O azar foi Kane ter o cabelo besuntado de cera e a chuteira de Bruno Alves ter deslizado.

Só sei que os avançados que vão jogar contra Portugal devem estar cheios de miúfa. É bem, Bruno.
José Diogo Quintela Bruno Alves Harry Kane futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)