Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

José Diogo Quintela

Rocha Andrade vai a Paris

Rocha Andrade é o lençol ensanguentado do BE e do PCP.

José Diogo Quintela 6 de Agosto de 2016 às 00:30
O grande escândalo de a Galp ter oferecido um lugar no seu avião a Rocha Andrade é o facto de a Galp ter oferecido só um lugar no seu avião a Rocha Andrade. O Sec. de Estado dos Assuntos Fiscais é de grande porte e uma viagem de 3h às tantas deixa de ser uma oferta de cortesia e passa a ser uma sevícia de cortesia.

De resto, estiveram todos muito bem. A Galp cumpriu o seu papel. Uma das suas missões enquanto petrolífera é fazer prospecção. Vai sondando, sondando, até encontrar alguma coisa que valha a pena explorar. Normalmente, solos. Mas pode diversificar para políticos.

No fundo, é uma multinacional dedicada à actividade de atirar barro à parede. Desta feita, a parede é Rocha Andrade. Em termos geológicos, trata-se de uma Rocha porosa. Provavelmente, cascalho, que é bastante permeável. E premiável.

Também esteve bem Rocha Andrade, que provou ser um óptimo governante. Acreditou, como poucos, em Portugal. Rocha Andrade sabia que íamos ganhar. Nunca se sujeitaria a este enxovalho público se não tivesse a certeza de que íamos ganhar. Perder a final, voltar com um melão e ainda ser considerado pouco sério por ter aceitado a prenda de um contribuinte com quem o Estado está a litigar era demais. Mas, como ganhámos, valeu a pena manchar o nome. Rocha Andrade sacrificou a honra por ter fé em Portugal. Quantos podem dizer o mesmo? Devia-se mudar o hino para acomodar tanto patriotismo. Em vez de "egrégios avós" (de qualquer modo, toda a gente se engana a dizer) passa para: ‘Ó pátria, sente-se a voz / Do secretário de Estado Rocha Andrade / Que se desonrou p’ra te guiar à vitória!’.

Ressalve-se, ainda, que Rocha Andrade foi em trabalho. Aproveitou o passeio para topar quem são os tipos que viajam à conta da Galp e depois verificar se declaram o valor da gratificação no IRS. Afinal, se Rocha Andrade diz que vai pagar, é porque aquilo vale dinheiro. Logo, é taxável.

Menção honrosa, ao nível de terem estado bem, para os políticos em geral. Os do CDS e do PSD por criticarem no Governo o que costumam fazer quando estão lá. Os do PS, por aceitarem no Governo o que criticam na oposição. Com isso ajudaram muitos portugueses a dormir melhor. Nomeadamente, os indecisos que angustiam por não saber em quem votar. Este caso provou que é indiferente.

Finalmente, estiveram bem os do BE e do PCP, por terem aguardado bastante tempo antes de criticarem de forma branda o que costumam atacar histericamente quando não apoiam o Governo. Houve quem achasse que a extrema-esquerda não estava preparada para governar, mas com esta manifestação de cinismo provou que é tão hipócrita quanto o resto.

Depois da noite de núpcias, há culturas em que se mostra o lençol ensanguentado, para provar que houve desfloramento. Rocha Andrade é o lençol ensanguentado do BE e do PCP.

-----

Já agora: Camarada - Ascenso safa Rocha
Saudação especial para Ascenso Simões, do PS. Ao dizer: "A Galp não pagou o bilhete a Rocha Andrade. Convidou Rocha Andrade e este aceitou", foi um camarada solidário. Desviou as atenções, porque se há coisa a que as pessoas ligam, mais do que suposta falta de ética, é comprovada falta de jeito.

Seja a dizer que Cavaco tem de condecorar Sócrates, seja como responsável pelos cartazes do PS com desempregados que afinal não eram desempregados, mas sim funcionários de uma Junta de Freguesia do PS, podemos sempre contar com Ascenso Simões, cujo primeiro nome é Nãof.

E mais: Jovem, gostas de tocar em raparigas?
Gostas? Mesmo que as deixes desconfortáveis? Já não precisas de apalpar à porta do liceu, como um tarado. Vem ao acampamento do Bloco e apalpa à maneira progressista. Dizemos que faz parte de um exercício de aceitação da diferença, para desconstruir a ideia que um rapaz não deve gostar de mexer em raparigas. Quem não se sujeitar está a ser caríciafóbica, alienada pelo patriarcado heteronormativo que sexualiza qualquer gesto inocente. Não faz mal portares-te como um trolha, se o tipo de construção a que te dedicas é a de um mundo melhor.

Só para terminar: Rei-sol - Algumas dúvidas sobre as novas regras do IMI
De modo a esclarecê-las, ponho-as aqui à Galp, para que no próximo jogo da selecção as faça chegar ao Secretário de Estado Rocha Andrade. A minha casa não tem exposição solar, mas da janela da cozinha vê-se o Palacete de São Bento, residência do primeiro-ministro. Pago mais por estar exposto ao Rei- -Sol?
No mesmo prédio, a cobertura custa mais do que a cave. A diferença de preço reflecte-se no imposto que o Estado arrecadou na transacção. Se o município não presta mais serviços à cobertura do que à cave, a diferença em IMI é porque o Estado é dono do Sol e da vista?
A Autoridade Tributária vai passar a andar pelos hospitais à procura de vítimas de insolação? Os escaldões vão ser taxados? O cancro da pele é considerado um sinal exterior de riqueza?
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)