Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

José Manuel Freitas

Já se sente a envolvente do clássico...

Bas Dost lançado para a conquista do título de melhor marcador.

José Manuel Freitas 14 de Março de 2017 às 00:30
Ainda há uma jornada pelo meio – Benfica em Paços de Ferreira, dragões a receberem o V. Setúbal -, o FC Porto tenta a ‘remontada’ esta noite em Turim, vamos ter dois jogos da Seleção Nacional (com a Hungria, a caminho da Rússia, no Funchal, com a Suécia, no grande tributo da Região a CR7 e aos campeões da Europa), vários jogadores dos dois clubes vão andar por fora, mas depois de os dois primeiros da tabela terem passado os obstáculos que o calendário lhes designou é indisfarçável o frenesim em torno do clássico de 2 de abril, de importância considerável na atribuição do título da presente temporada, mesmo que os principais intervenientes, e bem, desvalorizem a tanto tempo de distância o confronto entre as duas melhores equipas da presente temporada.

É por fora, entre adeptos, nos debates televisivos ou nas redes sociais que se nota o crescente aproximar de um dos (agora, por mérito portista) mais apetitosos jogos do presente.

À parte esta discussão há… Bas Dost, uma das figuras da Liga. Pela integração na competição e importância na equipa leonina, pelos golos. E correndo tudo como JJ deseja, o cetro de melhor marcador está encaminhado.
José Manuel Freitas opinião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)