Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Leonardo Ralha

A cara que Uma merece

Vê-la de cara perdida.

Leonardo Ralha 15 de Fevereiro de 2015 às 00:45

Conheci Uma Thurman algures entre 1989 e 1990, andava eu num 12.° ano com tão poucas aulas que o fim de semana começava às 11h00 de sexta-feira e acabava na terça-feira.

Levei-a para casa numa dessas sextas, numa cassete que fui buscar ao videoclube, mas pouco lhe liguei. Só tinha olhos para Michelle Pfeiffer, a outra vítima de Glenn Close e John Malkovich em ‘Ligações Perigosas’. Os anos passaram e Uma Thurman fez os dois ‘Kill Bill’. Então já havia qualquer coisa na forma como manejava a espada japonesa...

Vê-la de cara perdida, presumível vítima de um cirurgião plástico discípulo da idosa espanhola que restaurava frescos de igreja, foi triste por ser verosímil. Já não estamos em 1989 e ainda bem que, no caso dela, o descalabro foi só da maquilhagem.

cara uma thurman leonardo ralha aulas fim de semana cassete videoclube
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)