Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Leonardo Ralha

Bem-disposto em Havana

Marcelo confirmou ontem aos jornalistas que a câmara fotográfica não capturou nenhum tique nervoso.

Leonardo Ralha 28 de Outubro de 2016 às 01:46
Escapou o Bloco de Esquerda, capaz de encontrar desculpa airosa para não integrar a comitiva presidencial. Os outros partidos acompanharam Marcelo Rebelo de Sousa a Havana, onde o Presidente da República visitou Fidel Castro em sua casa.

Aconteceu na quarta-feira, e o site do ‘Granma’, órgão oficial do partido único que oprime os cubanos há quase seis décadas, divulgou a fotografia de Marcelo e do velho ditador ‘jubilado’, com o habitual fato de treino e ao lado de mais um homem escolhido em eleições livres e democráticas que decidiu prestar a vassalagem alegadamente devida a toda e qualquer figura histórica.

Marcelo confirmou ontem aos jornalistas que a câmara fotográfica não capturou nenhum tique nervoso. "É natural que duas pessoas bem-dispostas em certas circunstâncias sorriam ou riam mesmo acerca de um comentário qualquer que foi feito", disse, sem conseguir recordar-se do que tanto divertira Fidel.

Mas não é difícil adivinhar. Chegar aos 90 anos com saúde bastante para ver como as democracias continuam a praticar a genuflexão perante uma ditadura que tenta exportar-se para países vizinhos é para lá de divertido.
Bloco de Esquerda Marcelo Rebelo de Sousa Havana Presidente da República Fidel Castro política Cuba
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)