Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Leonardo Ralha

Só nove anos a separá-los?

Marcelo já terá passado a fase do "talento de ser velho sem ser adulto".

Leonardo Ralha 29 de Janeiro de 2016 às 01:19
Parece engano, mas há pouco mais de nove anos de diferença entre o Presidente da República em funções e o Presidente da República eleito. Aníbal Cavaco Silva nasceu em julho de 1939 e Marcelo Rebelo de Sousa veio ao Mundo em dezembro de 1948.

Ambos foram alunos brilhantes, ambos entraram para o PPD em 1974, ambos foram ministros da Aliança Democrática (Cavaco com Sá Carneiro e Marcelo com Pinto Balsemão), ambos são conhecidos por um só nome (de família em Aníbal, próprio em Rebelo de Sousa) e ambos foram eleitos Chefe de Estado à revelia da maioria sociológica de esquerda.

E, no entanto, mais do que os 20 anos de poder exercido por Cavaco, contra quatro décadas de comentário político feito por Marcelo, separa-os um fosso mais largo do que pouco mais de nove anos. Ainda que o segundo chegue ao Palácio de Belém mais velho do que o primeiro chegou (à segunda tentativa, pois tentou tornar-se Presidente da República aos 56 anos), mesmo quem nele não votou reconhece que Portugal tem pela frente um tempo novo.

Marcelo já terá passado a fase do "talento de ser velho sem ser adulto", como cantou Jacques Brel, mas será interessante confirmá-lo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)