Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luís Campos Ferreira

É mesmo complicado?

Angola é muito mais do que um regime, uma economia um capítulo da nossa história.

Luís Campos Ferreira 21 de Abril de 2016 às 00:30
Há sempre pouca serenidade em Portugal quando se trata de Angola. O contrário, é sabido, também é verdade. Tudo parece vir ao de cima quando surge um obstáculo, uma dificuldade, um problema, e quando digo tudo quero dizer as coisas más, não as boas. E é pena. Porque, se com a maioria dos países Portugal tem relações, com Angola, Portugal tem uma relação. E isso devia fazer toda a diferença.

Infelizmente, o estado permanente desta relação "é complicado", como se Portugal e Angola fossem eternos amantes desavindos no Facebook. Não pode ser. Angola é muito mais do que um regime, do que uma economia, um parceiro de negócios, um investidor, um capítulo da nossa História.

Angola é mais do que uma solução, umas vezes, e muito mais do que um problema, noutras. Angola é um país irmão de Portugal e os angolanos são um povo irmão dos portugueses, independentemente de quem governa um ou outro país e dos problemas de cada um. Esta almofada de amizade devia amortecer as reacções mais ou menos intempestivas, ou mesmo hostis, quando as dificuldades de relacionamento surgem. Não podemos viver a torcer o nariz uns aos outros, por tudo e por nada.

Hoje, Angola vive tempos difíceis, provocados pela baixa do preço do petróleo e pela grande dependência económica deste recurso. Mas são ainda recentes os anos em que milhares de empresas e de trabalhadores portugueses se viraram para Angola e aí encontraram um rumo para os seus negócios e as suas vidas. E que Angola esteve na primeira linha do investimento no nosso país quando dele mais precisávamos. E que Angola se tornou no nosso primeiro destino exportador fora da Europa. Isto para dizer que temos que contar uns com os outros. É claro que as regras são para cumprir. Mas a amizade e a confiança também se cumprem quando se age, de parte a parte, com boa vontade, transparência e espírito construtivo. Será assim tão complicado?
Portugal Angola política economia negócios e finanças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)