Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luís Lourenço

Prefiro a França

Gales foi o mais fácil adversário de Portugal neste "Europeu".

Luís Lourenço 7 de Julho de 2016 às 01:45
Três minutos bastaram para resolver um problema que não era, nunca foi, complicado. Gales foi o mais fácil adversário deste "Europeu" e só na cabeça de alguns estes galeses se constituíam como uma grande equipa. Cumprimos e passámos com alguma distinção na nossa primeira vitória no tempo regulamentar.

Só que, no domingo, a história vai ser outra. Ou França ou Alemanha fazem com que, pela primeira vez nesta prova, entremos em campo sem ser considerados favoritos. E esta é uma ótima notícia para Fernando Santos. A sua tática, que não deverá ser diferente da de ontem, terá, finalmente, enquadramento.

Será, enfim, justificável e justificada também porque a temos treinado até à exaustão, em Marcoussis e nos jogos. O treinador bem que prometeu a final e preparou-se para ela. Vamos, por fim, ver o que ela vale.

É que quer Alemanha quer França jogarão abertas, tentarão pegar no jogo de início e, desconfio, não irão temer-nos. Ora esta conjuntura deverá ser-nos benéfica e poderá estar aí a chave do nosso sucesso.

Quanto ao adversário, já sei que vão todos dizer que pode vir um qualquer, que nenhum será fácil, etc, etc. Seja, mas ainda assim prefiro a França...
Gales Europeu França Alemanha Fernando Santos futebol Portugal seleção nacional Euro 2016
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)