Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Magalhães e Silva

Outra vez a Luísa?

Sofrimento de família não pode ser pasto para spin doctors.

Magalhães e Silva 11 de Janeiro de 2015 às 00:30

Nota:
Por lapso, o CM publicou na sua edição de domingo, dia 11 do corrente, a coluna de opinião "O Direito e o Avesso" sem as alterações finais do autor. Pelo que publicamos agora a versão final, com um pedido de desculpa ao Dr. Magalhães e Silva e aos nossos leitores.

----------


Existirão, por certo, algumas exceções, mas a experiência de vida diz-me que o sigilo médico ainda é um valor respeitado. De tal modo que vão correndo boatos sobre a saúde do Presidente A ou do PM B, cujos médicos tantos de nós conhecemos, sem que, alguma vez, lhes tenhamos ouvido uma palavra sobre as horrorosas doenças de que, vox populi, padeceriam os seus doentes: nem para sim, nem para não.


Não foi assim com Luísa Guterres, cuja doença terminal andou nas bocas de toda a gente, quero crer que à revelia da própria e do marido.


Esta semana, tudo quanto é web e revista cor-de-rosa – e, ao que parece, também a Lusa – noticiaram que a Mulher de Passos Coelho sofre de cancro.

Que os profissionais da imagem não queiram usar esta desgraça familiar, que exige discrição e silêncio, para fazer do PM o marido da doente, com tudo quanto é rapariguinha do shopping a verter votos pelo coitado.

Espero que Pedro Passos Coelho tenha por si e por sua Mulher respeito suficiente para proibir aos que lhe estão próximos qualquer indecoroso aproveitamento.

Presidente A Luísa Guterres Lusa Pedro Passos Coelho saúde política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)