Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6

Manuel Queiroz

Há marés boas e más

Nas últimas duas jornadas o Sporting ganhou folga de quatro pontos.

Manuel Queiroz 11 de Fevereiro de 2021 às 00:30
Rúben Amorim disse que desta vez não foi estrelinha. Raramente é só estrelinha, mas não há dúvida que este Sporting, para além de ter um jogo muito consistente, também tem o resto de que todos precisamos em algum momento na vida. A bola, cabeceada com pouca força, bater no charco e não saltar, enganando o guarda-redes, pode ter todos os nomes. Certo é que nas últimas duas jornadas o leão passou de quatro para oito pontos de distância do segundo. É aproveitar a maré boa...

Enquanto o Sporting ganha nos últimos minutos, o FC Porto perde pontos e o Sp.Braga ganha um a acabar, e o Benfica arrasa... nos primeiros dez. Jesus atirou as culpas dos males da sua equipa para a Covid-19, com alguma razão diga-se, mas a instabilidade começou bem antes. Agora prometeu um Benfica pós-Covid a recuperar e pode acontecer, mas é preciso que o nível de jogo melhore e muito.

O empate em Braga foi normal, mas o FC Porto esteve a ganhar quase até ao fim, outra vez, num cenário que começa a ser um padrão que deve fazer refletir, sendo que o Sp. Braga é indiscutivelmente muito forte a atacar. Queixas do árbitro deve ser sanção de último recurso, mas Soares Dias tem todos os defeitos dos grandes árbitros…
Benfica Rúben Amorim Sporting FC Porto desporto futebol eventos desportivos campeonato nacional nível 1
Ver comentários