Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Mário Nogueira

Demissão!

A demissão de um ministro não resolve os problemas, mas há momentos em que a irresponsabilidade e os danos provocados o exigem.

Mário Nogueira 7 de Outubro de 2014 às 00:30

demissão de um ministro não resolve os problemas, mas há momentos em que a irresponsabilidade e os danos provocados o exigem. O que acontece com a colocação de professores é um desses momentos.

Nuno Crato e equipa foram alertados, na negociação, para os problemas que este regime de concurso provocaria, mas impuseram-no. Atrasou todo o processo de colocações, mas garantiu não haver atrasos e que tudo decorria dentro da normalidade. Recusou receber a Fenprof logo que os problemas surgiram e, a menos de 24 horas de pedir desculpas no Parlamento, acusou "alguns professores e alguns sindicatos" de levantarem problemas inexistentes. Mentiu aos deputados e ao país quando garantiu que os professores colocados se iriam manter e que eventuais duplicações seriam apreciadas caso a caso. Alimentou um problema que em pleno outubro se arrasta com consequências imediatas muito negativas para professores e escolas, mas que acabarão por se abater sobre os alunos. Há responsabilidades políticas graves na situação e não há pedido de desculpas que as releve. O ministro deverá demitir-se ou ser demitido.

demissão ministro